Canadá Mais Supimpa

Esta é a replicação do primeiro email enviado a amigos. Se você quiser continuar recebendo informações esporádicas, você pode se inscrever aqui mesmo.

Que bom poder compartilhar com você um momento tão decisivo e importante para a nossa família! Já vou avisando que este email está um pouquinho longo porque é o primeiro, mas os próximos serão um pouco mais curtos.

Já há 14 anos temos trabalhado no ministério pastoral e de ensino em São Paulo e São José dos Campos, mas não apenas sediados nestas duas cidades, temos viajado o Brasil ministrando em igrejas, seminários, acampamentos e todo lugar onde temos sido chamados.

Desde dezembro de 2004 temos trabalhado com a Caminhada Bíblica, e desde 2006 com o CETEVAP (o Centro de Estudos Teológicos do Vale do Paraíba). Mas além destes ministérios paraeclesiásticos, mais recentemente temos desempenhado também ministério em na IBAJI desde 2011 aqui em SJC.

Há alguns anos temos orado a respeito de um mestrado, e tendo em vista várias possibilidades, pela rotina muitas vezes louca neste tempo desenvolvendo vários projetos simultaneamente não conseguimos dedicar tempo suficiente para levantar sustento, trabalhar nos ministérios, cuidar da família e ainda estudar.

Bem, a área de ensino sempre foi nossa paixão, mas eu sentia falta de um estudo orientado e direcionado. Em 2010 estávamos como família projetando a possibilidade de um mestrado fora do país, mas a gravidez da Ester nos fez deixar este planejamento e suspenso – e Deus estava envolvido nisso. Em 2011 viemos para a Igreja Batista no Jardim das Indústrias, e temos sido muito abençoados nesta igreja. Amamos a igreja e nos sentimos amados por ela.

No ano de 2015 insentivados por familiares e amigos, a discussão sobre a possibilidade de um mestrado fora do país reiniciou, mas por uma série de fatores, naquele momento, a discussão estava fora de pauta por conta do momento que estávamos vivendo ministerialmente como igreja. Ministério progredindo, igreja se estruturando em diversas áreas e crescendo… estávamos super estáveis e felizes no ministério. No segundo semestre de 2016 a discussão voltou à tona em uma conversa com meu irmão e decidi iniciar um processo completamente despretensioso (dada a complexidade de “estudar fora”) de aplicar para verificar minha elegibilidade como aluno do Regent College (em Vancouver, Canadá). Neste processo de um pouco mais de 6 meses de provas, documentos, dezenas de emails e um considerável investimento financeiro em algo que poderia parar pelo caminho, tudo foi se encaixando. Em fevereiro deste ano recebemos então a aprovação do consulado Canadense e decidimos encarar este desafio de desestabilizar uma série de coisas na nossa vida para investir em um treinamento teológico aprofundado.

A verdade é que uma mudança enorme como esta não é um movimento confortável para mim, e nem tem sido uma decisão fácil. Deixar nossa igreja, amigos, família por um tempo é um processo que ainda dá um friozinho na barriga. Mas compreender a importância deste tempo de estudo é o que tem nos motivado a sair da zona de conforto para um projeto tão grande assim.

Muitas questões surgiram no meio do caminho (e ainda temos várias delas), mas Deus tem respondido cada uma aos poucos. E mas estamos confiantes que Deus irá continuar dirigindo este projeto.

POR QUE ESTUDAR FORA DO PAÍS?

Entre muitos fatores, não apenas a qualidade de ensino (pois também temos boas escolas no Brasil), mas o fato de poder estudar em um país com cultura diferente certamente irá nos levar a aprender com uma igreja que tem repensado biblicamente sua maneira de imitar Jesus em um país que tem lidado há bem mais tempo com o “politicamente correto” (e outras filosofias que têm adentrado no Brasil) e mesmo assim continuar cristã em meio às pressões sociais.

POR QUE O REGENT?
Dentre muitas escolas de excelente qualidade optamos pelo Regent College por ser conhecido pela habilidade de desenvolver teologia que lide com a cultura atual sem perder a ortodoxia bíblica. Sempre desenvolvi um estilo de ministério pastoral e de ensino que tenta ao máximo comunicar com pessoas comuns de maneira relevante, mas impactante. Creio que o Regent será uma escola que ajudará muito também neste processo de comunicar a palavra com a cultura atual.

COMO SERÁ O SUSTENTO DE VOCÊS?
Nesses 3 anos de curso precisaremos de apoio de pessoas que, mais que tudo, amem e desejem investir no Reino. Nossas necessidades não serão tão somente financeiras, teremos muitos desafios à frente, e precisamos de pessoas que possam orar regularmente por nós. O sustento necessário para estudar e viver em Vancouver é de cerca de CAD3400 para a nossa família. Esperamos conseguir gerar pelo menos metade desta renda com trabalho pessoal meu e da Priscila enquanto estivermos lá, mas para isso há ainda um tempo de adaptação e experiência no mercado de trabalho canadense.

QUANDO COMEÇA O CURSO DE VOCÊS?

Nosso compromisso com a igreja se encerra em Junho deste ano. Final de Julho, início de Agosto iremos partir rumo à Vancouver para arranjar questões de escola para as crianças, moradia, etc. resumindo: iniciar adaptação básica antes do inicio das aulas.

COMO POSSO PARTICIPAR DO PROJETO DE VOCÊS?

Primeiramente, orando por todo este processo e projeto – com certeza. E com isso já vamos ficar MUITO felizes de você participar conosco deste momento.
Mas há outras formas de ajudar também:

  • Precisamos vender basicamente todas as nossas coisas por conta dos gastos iniciais na chegada lá. Se quiser ficar atento para adquirir algumas das coisas disponíveis será também de grande ajuda. Precisamos vender nosso carro e também alugar nosso apartamento, mas algumas destas coisas ficam presas à necessidade delas – não podemos alugar o apartamento de imediato se vamos apenas desocupá-lo em Julho.
  • Precisamos de pessoas que desejem ajudar como mantenedores deste projeto – seja de maneira regular ou esporádica.
  • Ainda precisamos das passagens (que por hora podem ser de ida apenas). Já temos a promessa de duas delas, mas este é um grande desafio também.Estamos orando por preços melhores mas confiantes com relação à isso.

Enfim, alegrem-se e orem conosco neste tempo de transições e desafios. Seguindo firme.

Família Supimpa

 

Quer receber notícias fresquinhas? Assine nosso News

(prometo não lotar sua caixa de entrada)

« »

© 2017 Espaço Supimpa. Theme by Anders Norén.